Genocídio de tribos

 

Depois da ditadura militar, da liberdade de impressa  e depois de acabar com a censura na música popular brasileira, eu me pergunto? Será que valeu a pena tudo isso?

O país sofreu muito nos tempos em que a repressão militar atingia e moldava nossa cultura e arte, hoje em dia temos um leque tão grande de opções que não temos uma identidade própria. Gregos e troianos, indios, mamelucos, cafuzos, uma miscigenação tão grande que confudimos nosso estilo e crença.

Hoje temos uma diversidade muito grande no ambiente musical, porem poucos se identificam com apenas um estilo. Não que eu queira julgar alguém, mas patricinha em show de reggae, é uma difamação para os rastafaris que tem em Bob Marley seu espelho. Como disse o rei do reggae:

“O reggae não é pra se ouvir é pra se sentir. Quem não o sente não o conhece”.

Vendo aquelas meninas dançando tipo bailarinas do faustão na frente do palco, sem ao menos gesticular com a boca que estavam cantando, era impressionante, um verdadeiro genocídio, estavam acabando com a reputação de uma tribo. Temos tantos lugares para ir, tantas pessoas interessantes para conhecer, procuramos se identificar com locais que nos agradam e que iremos encontrar pessoas agradavéis, porem as almas perdidas e alienadas pelo modismo insistem em invadir o espaço alheio.

Temos o livre arbitrio para escolher onde vamos e com quem saimos, diante disso o mundo se tornou liberal e aberto a todo tipo de opinião. A liberdade nos leva a fazer loucuras, a escolher nosso tênis, nosso estilo musical, nossa tribo, nos adaptamos e crescemos diante de uma crença e uma ideologia.

Mas, e essas almas perdidas no mundo, que vão onde é badalado e seguem o fluxo. Elas não tem seu estacionamento próprio, pobres almas. Almas de galinhas da Angola que seguem o fluxo e sujam o ambiente que antigamente era ambientado apenas por seus nativos.

Como diria nossa poeta Sharon: “Ado A-Ado, cada um no seu quadrado…”

Salsicha – Sam 33 – Paulo Nunes

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s