Borboletas no estômago

Até que a morte nos separe ou até que as diferenças, o interesse pelo novo ou o fato da convivência atrapalhar ambos, “é a misteriosa força de afinidade universal, que atrai os elementos e seres, unindo-os, em íntima harmonia, para a maravilhosa obra da geração da vida“.

Tudo o que buscamos na vida é o sucesso, uma vida prazerosa recheada de acontecimentos memoráveis, que nos torne cada vez mais realizados. Mas sempre paramos no sinal vermelho do amor, muitas das vezes somos iludidos e a vida tem que tomar um novo rumo, pois o tempo correu mais que nossas próprias pernas e precisamos correr contra ele. Culpamos-nos por deixar se envolver, se dedicar demais por algo surreal e que não sabemos quando e nem onde, mas pararemos novamente nesse sinal vermelho.

 O caso é que não prevemos nosso futuro, apenas temos o livre-arbítrio para fazer nossas escolhas, porem não temos como fugir do amor. Ele vem é nos deixa cego diante do mundo, nos dá animo para tudo e vivemos mareados nas ondas do inexplicável, com as consagradas borboletas no estômago.

Casamos, divorciamos, namoramos, jogamos esse ping-pong que é o destino incerto, em busca da pessoa certa. Sentimos saudades, que às vezes dói mais que uma pedrada certeira na cabeça, mas saudade nos amostra que tudo o que foi vivido valeu a pena, que é nunca é tarde para viver esse sentimento novamente.

Como diria Chico Buarque de Holanda nesse trecho:

“Um conto de amor
Sem ponto final
Retrato sem cor
Jogado aos meus pés
E saudades fúteis
Saudades frágeis
Meros papéis…”

O certo é que temos que admitir que amamos e seremos amados uma hora ou outra, e viver esse sentimento é muito bom, diria que é essencial para finalizarmos a arte final de nossa vida.

“O amor é uma doença que tem cura, e que não sabemos quando vai nos pegar…”

Salsicha ou Paulo Nunes ou codinome Sam33

Um comentário sobre “Borboletas no estômago

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s